logo

Select Sidearea

Populate the sidearea with useful widgets. It’s simple to add images, categories, latest post, social media icon links, tag clouds, and more.
hello@youremail.com
+1234567890

Você já conhece o Deno?

Você já conhece o novo ambiente de execução para JavaScript e TypeScript?


Na semana passada foi publicada a primeira versão principal do Deno 1.0. Este ambiente de execução para códigos JavaScript e TypeScript fora do navegador foi desenvolvido por Ryan Dahl, o mesmo desenvolvedor do popular Node.js.

 

A Runtime foi desenvolvida com o objetivo de criar soluções rápidas para funcionalidades complexas e principalmente resolver problemas no Node.js. Ele permite que o código também possa ser executado fora do navegador, e oferece funções adicionais, como por exemplo, suporte ao TypeScript out of the box. O Deno está baseado no V8-JavaScript-Engine e na linguagem de programação Rust.

 

Um dos principais motivos da criação do novo runtime se dá pelo fato de o Node.js, apesar de ser bastante utilizado, considera-se que o ecossistema JavaScript da época de sua criação mudou bastante quando comparado ao atual cenário. Por exemplo, no momento da criação do Node.js não havia Promisses ou async/await, coisa que o Deno leva em consideração neste momento.

 

O Deno deve ser uma nova abordagem para solucionar problemas e fornecer um ambiente de execução aprimorado e novo. O fato de ter sido projetado não somente para solucionar problemas pequenos, mas também para casos de uso complexos, cujo o tipo seja importante, ele suporta o TypeScript sem a necessidade de ferramentas adicionais. Os módulos padrões também são escritos em TypeScript.

 

Quando se trata de segurança, uma Sandbox foi implementada na qual o código é executado. Com isso o escopo será limitado para que os scripts não obtenham acesso indesejado às conexões de rede ou disco rígido. Para ações específicas o usuário precisará de uma aprovação.

 

A estrutura básica do Deno foi feita em Rust, linguagem conhecida devido ao foco nos aspectos de segurança. O tempo de execução do programa deve ser visto, em sua essência, como conjunto de caixas em Rust e não monolítico. Isso permitirá a integração de diferentes níveis.

 

Ryan Dahl fala em entrevista ao entwickler.de sobre as maiores diferenças entre o Deno e o Node, para ele, além dos aspectos de segurança os quais já foram mencionados, serão no sistema de módulos:

 

“Deno utiliza um sistema de módulo radicalmente simples, onde os módulos e URLs estão em correspondências individuais. Além disso, o Deno pode executar o código TypeScript “Out of the box”. Essas duas funções levam a simplificação do fluxo de trabalho do desenvolvedor”.

 

 

Neste trecho de código é possível observar que em uma única linha foi possível adicionar um módulo completo de servidor HTTP como dependência. Sem a necessidade de configurar arquivos adicionais ou instalações prévias, somente o comando deno run example.js.

 

Para a instalação do Deno existem várias possibilidades, como por exemplo, usando PowerShell, Chocolatery ou Scoop. Caso você queira mais instruções e quem sabe, mais informações sobre este novo ambiente de execução, confira as informações disponíveis no site oficial. https://deno.land/

Fernanda Vitorino
No Comments

Post a Comment

Comment
Name
Email
Website

Translate »
WhatsApp chat